Vitor Norinha - Encontro Economia Criativa Lusófona
21670
portfolio_page-template-default,single,single-portfolio_page,postid-21670,ajax_fade,page_not_loaded,,select-theme-ver-2.4,vertical_menu_enabled,wpb-js-composer js-comp-ver-4.7.4,vc_responsive

Vitor Norinha

Jornalista há mais de 30 anos. É atualmente diretor editorial do jornal OJE. Tem formação jurídica e fez toda a carreira na vertente económica. Iniciou a atividade na 2ª metade dos anos 80 com uma curta passagem pelo antigo Jornal do Comércio para, em 1988, ingressar no Semanário Económico, ainda no período de arranque deste novo projecto. O mercado de capitais e as primeiras privatizações fizeram do jornalismo económico uma variante da comunicação em crescimento acelerado, tendo assumido as funções de Editor de Mercados Financeiros no início dos anos 90 no Diário Económico e onde se manteve até 1997. Assume funções de Editor de Economia e Empresas no jornal Semanário, onde experimenta uma nova tendência com a aproximação da economia à política. No final dos anos 90, cria e vem a editar o Jornal do Imobiliário, um projecto onde o departamento imobiliário do Grupo José de Mello se associou. Em 1999 ingressa nos quadros do grupo Euronoticias para assumir funções de Editor da Área Económica do jornal. O modelo inspirado no conceito anglo-saxónico conseguiu, durante vários anos, romper com ideias pré-concebidas daquilo que é o produto jornalístico. Em 2006 ingressa nos quadros de um novo diário de economia, o OJE, como redator e em 2013 assume as funções de diretor editorial. Este projecto teve a particularidade de desenvolver um novo conceito de relacionamento com o leitor-alvo, através de um modelo de distribuição personalizado. Inspirado no londrino City AM, o OJE aposta forte nas vertentes das finanças pessoais, imobiliário, emprego e negócios. A evolução conceptual leva o título a dar grande enfoque na área digital e a refletir o interesse dos social media. Em 2015 o jornal em papel passa a semanário e a dar relevo a setores de atividade, destacando-se os suplementos temáticos e as grandes entrevistas.